Bem-Vindos ao Blog Escola!

"Educação não transforma o mundo. Educação muda pessoas. Pessoas transformam o mundo". Paulo Freire


"Competência é a capacidade de mobilizar o que se sabe para realizar o que se deseja. Exerça a sua sempre!" Claudio Fonseca

“A educação é um ato de amor, por isso, um ato de coragem. "Paulo Freire



25 de outubro de 2009

Atividade sobre Genêro textual - Carta!



Atividades de Matemática!



22 de outubro de 2009

Livrinho sobre a Chapeuzinho Vermelho!













Excelentes músicas para crianças!

São deliciosas canções infantis que têm por base versos de Ruth Rocha, uma das mais importantes autoras da literatura infantil brasileira. As melodias são de Hélio Ziskind, que fez trabalhos memoráveis para a TV Cultura. A interpretação está a cargo da cantora Fortuna e do Coral Infantil do Sesc Vila Mariana. Entre os temas, pequenas pérolas como Doze Coisinhas à-Toa Que Nos Fazem Felizes, Caranguejo e Espírito de Contradição. O CD vem encartado em um livro em formato de bolsa, com lindas ilustrações de Mariana Massarani. Trabalho que respeita a inteligência das crianças.

Como adquirir o CD: http:// http://%20www.sescsp.org.br/ ou em qualquer unidade do Sesc

Máquina de Quadrinhos!

A Máquina de Quadrinhos permite a criaçÃo monte de histórias com os personagens da Turma da Mônica. No site, o usuário arrasta com o mouse elementos do cenário, personagens, objetos e os balões onde serão escritos as falas das personagens.

"As histórias serão lidas e votadas por todos os visitantes do portal e as melhores poderão até ser publicadas nas revistas da Turminha.

Para criar as histórias, os usuários poderão acessar gratuitamente e também comprar pacotes de imagens que terão duração de 30 dias. Durante esse período, o usuário poderá criar quantas histórias quiser utilizando o(s) pacote(s) adquirido(s). Todas as histórias aprovadas para publicação ficarão permanentemente expostas no portal. Para ler e votar nas histórias, não é preciso comprar nenhum pacote, nem mesmo ser cadastrado no site."
Fonte:http://of2edu.blogspot.com/

15 de outubro de 2009

Blogagem Coletiva - Dia 15/09

A educação proporciona ao povo uma maior autonomia, o professor é o veículo condutor aquele que apesar de toda deformidade política, ética e moral, tenta fazer seu trabalho motivando,proporcionando o conhecimento formal, para que a sociedade seja melhor hoje do que foi ontem. Mas este profissional tão importante para o contexto social, vem constantemente sofrendo de injustificada ingratidão, nós professores estamos sendo asfixiados há vários anos em uma atmosfera de políticas públicas equivocadas, em uma sociedade que ainda não valoriza o conhecimento formal, um ar nefasto que consome a nossa luz.
Quem somos nós?
Vivemos em um mundo acelerado com as nossas esperanças estacionadas. Sejamos fortes, e escutemos a voz inspiradora, nestes momentos de inquietações... temos aquela boa fé dos que acreditam que a humanidade pode evoluir.
Kelly
É necessário acreditar no sonho, e sempre salvá-lo. (Cecília Meireles)

12 de outubro de 2009

12 de outubro!

Photobucket

Corrupção na educação reduz nota de alunos!

12/10 - 08:41
Agência Estado
O desvio e a má gestão dos recursos repassados para as escolas públicas brasileiras têm gerado efeitos colaterais danosos para alunos e professores, além de prejudicar diretamente o potencial de crescimento econômico do País. A conclusão é de um estudo desenvolvido por economistas da Pontifícia Universidade Católica do Rio (PUC-Rio), Universidade de Berkeley (EUA) e do Banco Mundial.

Cláudio Ferraz, Frederico Finan e Diana Moreira analisaram o resultado da auditoria dos gastos de 365 municípios feita pela Controladoria Geral da União (CGU), entre 2001 e 2004. Depois, cruzaram esses dados com o resultado obtido na Prova Brasil pelos alunos da 4ª série (5º ano) do ensino fundamental das 1.488 escolas públicas existentes nos municípios analisados.

A Prova Brasil é uma avaliação do Ministério da Educação (MEC) que mede o desempenho em língua portuguesa e matemática de alunos da 4ª e da 8ª séries (5º e 9º anos) de escolas públicas.

Os pesquisadores perceberam que a nota dos alunos que estudavam nos municípios onde houve mau uso ou desvio de recursos foi menor do que a dos estudantes das outras localidades. A diferença foi, em média, de 15 pontos - a nota vai de 0 a 500. O estudo também mostrou que não há relação direta entre grandes quantias de dinheiro repassadas pelo Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e de Valorização do Magistério (Fundef) - atual Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb) - aos municípios e a excelência no ensino. O valor do Fundef era calculado segundo o número de alunos matriculados na rede.

"Se você tem muita corrupção e o dinheiro é mal gasto, isso explica, em parte, porque gastar muito não está associado com a melhora do desempenho em provas internacionais", diz Cláudio Ferraz, professor assistente do Departamento de Economia da PUC-Rio e um dos autores do estudo, citando a classificação dos alunos brasileiros no Pisa, um exame internacional.

Em 2006, o Brasil ficou em 54º lugar entre os 57 países avaliados em matemática e em 49º entre 56 países na avaliação sobre capacidade de leitura. As informações são do jornal "O Estado de S. Paulo".

11 de outubro de 2009

Prova de Matemática para 3º ano!

Prova de Português - SARESP 2007.



Metade dos brasileiros não completou o ensino fundamental!

Enquanto a educação não ser valorizada como merece estes dados não mudarão!
***********
DIANA BRITO
colaboração para a Folha Online, no Rio
Apesar do aumento de 15,1% do número de pessoas de 25 anos ou mais de idade que completaram oito anos de estudo de 1998 a 2008, metade dos brasileiros (50,2%) não concluíram o ensino fundamental. É o que mostra a Síntese de Indicadores Sociais do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), divulgada nesta sexta-feira.
Em 1998, 65,3% das pessoas de 25 anos ou mais idade tinham o ensino fundamental incompleto. Em 2003, essa taxa caiu para 58,6% e, ano passado, atingiu 50,2%.
Especialistas disseram que ao reduzir a proporção daqueles que tinham o ensino fundamental incompleto, nota-se uma melhora dos níveis subsequentes. Porém, a pesquisa do IBGE registra que apenas 21,5% dos entrevistados tinham o ensino médio completo e 9,5% o superior concluido.
A média de estudos no país de pessoas de 25 anos ou mais de idade era de 7 anos em 2008, o que representa uma escolaridade que não atingiu a conclusão do ensino fundamental. Em 1998, os brasileiros desta faixa etária completaram apenas 5,6 anos de estudos.
Por meio da pesquisa de 2008 foi possível verificar a ocupação dos jovens de 20 a 24 anos. Os dados do levantamento apontam que das 16,5 milhões de pessoas desta faixa etária, a metade (53,5%) só trabalha, 17,1% cuida dos afazeres domésticos, 15,0% trabalha e estuda, 9,2% só estuda e 5,2% não realiza nenhuma atividade.
Mulheres
Outros dados que chamaram a atenção no levantamento se referem as mulheres que têm mais escolaridade, porém ganham menos em todas as posições na ocupação. Segundo pesquisadores, a média de estudos das mulheres é superior a dos homens, o que, de certa forma, pode contribuir para um ingresso mais tardio no mercado de trabalho.
Em 2008, na área urbana, a média de escolaridade das mulheres ocupadas foi de 9,2 anos de estudos, enquanto para os homens foi de 8,2. Na área rural, a média de anos de estudo, apesar de estar em patamares mais baixos, também é favorável às mulheres, 5,2 contra 4,4 anos.
Entre as pessoas com 12 ou mais anos de estudo (nível superior completo ou incompleto), a desigualdade entre homens e mulheres é ainda maior. Verificou-se, em 2008, que no Brasil, de cada cem pessoas com 12 anos ou mais de estudo, 56,7% eram mulheres e 43,3% eram homens.
Essa diferença se verifica em todo o país, chamando a atenção para os Estados do Maranhão, Piauí, Sergipe, Pernambuco, Tocantins e Mato Grosso do Sul com as maiores diferenças.
Mesmo com maior escolaridade, a proporção de mulheres dirigentes (4,4%) ainda é inferior à proporção dos homens (5,9%). No Sul, Sudeste e Centro Oeste, as diferenças são acentuadas entre homens e mulheres em contraposição ao Norte e Nordeste.
Em todas as posições de ocupação, o rendimento médio dos homens é maior que das mulheres. A maior diferença de rendimento é na posição de empregador, onde os homens auferem, em média, R$ 3.161, enquanto as mulheres apenas R$ 2.497. Ainda segundo o estudo, a menor diferença entre os salários de um casal é na posição de empregado sem carteira assinada.

10 de outubro de 2009

Blogagem Coletiva - Dia 15/09


O Ponderantes está promovendo a blogagem coletiva “Professores do Brasil”. O evento ocorrerá na mesma data em que se comemora o dia desses profissionais que, embora sejam imprescindíveis à sociedade, estão cada vez menos valorizados.

Se você quiser participar, deverá publicar em seu blog um post relacionado ao tema proposto – “Professores do Brasil” – no próximo dia 15 de outubro. Seu post pode conter, por exemplo, um texto crítico, um protesto, uma homenagem através de poesia, um relato sobre um professor que marcou sua vida, uma imagem, um vídeo ou o que sua criatividade desejar.
Maiores informações: Click here

8 de outubro de 2009

Dia das Crianças!







Lembrança para o Dia das Crianças!

Adorei esta lembrança para o Dia das Crianças!

4 de outubro de 2009

Palestras via web sobre Dislexia e TDHA!


Acesse os sites abaixo e assista vi web palestras sobre Dislexia e o TDHA!
Vale muito a pena e eles oferecem certificado. Reserve um tempo e aumente seu conhecimento sobre estes dois problemas da aprendizagem.


Os livros mudam o mundo?


Interessante mensagem do site www.catedra.puc-rio.br que vale a pena visitar.

3 de outubro de 2009

Produção de textual!







Recorte de Figuras!




Cruzadinhas!